Os que buscam a Verdade

Busquem e encontrarão.

CAPITULO 1 – CARÁTER PROVADO: QUEM É VOCÊ QUANDO NIGUÉM ESTÁ OLHANDO?

“Preocupe-se mais com o seu caráter do que com a sua reputação, porque o seu caráter é o que você realmente é, enquanto que a sua reputação é meramente o que os outros pensam que você é”.

John Wooden, falecido jogador e treinador de basquete

Quem nunca conheceu algum membro problemático na igreja local? Um músico que vive perdendo a hora, um vocalista que frequentemente ameaça sair, um tenor que mais falta aos ensaios do coral do que comparece, uma soprano chata que vive se opondo a mudanças…

Quem você escolheria entre um artista talentoso e problemático e um piedoso e sem talento? Deus quer ambos! Quem disse que não podemos ser os dois?

É nosso dever crescer diarimente, tanto em caráter quando em habilidade artística! Não que Deus queira de nós perfeição, mas sim um caráter coerente com a vida que Deus nos chamou para viver.

Aqui vai uma primeira pergunta feita por Rory [ênfase minha]: “Estamos nos tornando pessoas mais amorosas, ou estamos por demais absortos em nossa arte? Estamos amando ao Senhor com todo o nosso coração, alma, e mente, ou amamos mais cantar, tocar, interpretar e criar? As pessoas ao seu redor podem dizer que você é uma pessoa amorosa?

Temos uma consciência clara de como estamos vivendo nossas vidas? Somos pessoas honestas? Estamos tratando com o pecado em nossas vidas ou o estamos ocultando? Estamos vivendo como os que estão mortos para o pecado e vivos para Cristo, ou estamos cedendo aos prazeres passageiros do pecado? Estamos prestando contas uns aos outros de nossos pecados?”

Alguns de nós tentam esconder-se por detrás de seus talentos, negligenciando quem são por dentro, e não enxergam que quem somos por dentro é quem somos realmente. É por isso que Paulo diz que se esforça para “ter sempre consciência pura diante de Deus e dos homens” (At 24.16).

Quem somos nós quando ninguém está olhando?

Um cristão autêntico não se esconde atrás de máscaras como seu talento ou ministério, não encobre a sua dor! Um cristão de verdade admite seus conflitos, assume suas falhas e luta constantemente contra elas.

“Autênticidade não quer dizer que somos perfeitos, mas sim que somos verdadeiros.”

“Deus nunca desejou que o crescimento de nosso caráter fosse uma prioridade pequena. Todos devemos amadurecer espiritualmente “à medida da estatura da plenitude de Cristo” (Ef 4.13). Devemos “crescer em tudo” em Cristo (Ef 4.15). Crescer em Cristo não quer dizer adquirirmos conhecimento intelectual. Significa crescermos em áreas como excelência moral, intimidade com Cristo, autocontrole e disciplina, perseverança, piedade, bondade e amor. “Porque estas coisas existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo (2 Pe 1.5-9). Esse é o tipo de material a partir do qual um caráter é construído.”

Por fim deixo novamente a pergunta feita anteriormente: Faça uma auto-crítica e se abra com Deus:

“Quem é você quando ninguém está olhando?”

Todas as citações acima foram tiradas do capitulo 1 do livro “O coração do artista”, de Rory Norland. O começo do livro foi disponibilizado pela editora na internet, portanto os respectivos trechos se encontram disponíveis para leitura.

Anúncios

Navegação de Post Único

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: